. A cena mais underrated de sempre de Game of Thrones | Karga!

A cena mais underrated de sempre de Game of Thrones

Para muitos, Game of Thrones já é a “melhor série de todos os tempos”. Óbvio que é uma afirmação arriscada, mas os números falam por si. E quando dizemos números não nos referimos à quantidade de espectadores. É que nem sempre essa é condizente com a qualidade da série. Falamos em números para tentar apresentar conta das inúmeras cenas brutais que Game of Thrones contem.

Temos dragões, feiticeiros, bestas e humanos. E até humanos que são bestas, sim. Temos mortes para nos deixar a chorar durante horas e outras para celebrar o resto do dia. E até umas que nos deixam com os dois sentimentos de tão bem feitas que são, sim. Temos cenas brutais de lutas, outras de drama, outras de suspense. E até umas que se encaixam em todas estas categorias, sim. No meio de tanto por onde escolher, há sempre um ou outro momento que fica para trás e a malta não comenta tanto, talvez injustamente.

É o caso do diálogo entre Cersei e Ned, uma cena que é das mais desvalorizadas de sempre.

Estávamos na Temporada 1, Episódio 7. Nesta conversa de graúdos, Cersei acautela Ned para os perigos de “jogar a Guerra dos Tronos”. Discreta e indiretamente, também nós fomos avisados. Mas, tal como Ned, ouvimos as palavras da então mulher do Rei, com atenção claro, mas preferimos ignorar.

A verdade é que Cersei sabia mesmo do que estava a falar. E, agora que pensamos nisso, este é talvez o maior easter egg de toda a série. O episódio chama-se “You Win or You Die”, precisamente por este diálogo, que resume a essência do mundo criado por George R.R. Martin. Os produtores disseram-nos aqui o que ia acontecer durante o resto da série. E nós, que à época nada sabíamos, tal qual Jon Snow, nem nos apercebemos.

“Quando jogas a Guerra dos Tronos, ou ganhas ou morres”.  Tão simples quanto isto. No episódio seguinte a este cena, vem a decapitação de Ned, que lançou totalmente a série. Mas, mais do que essa badalada morte, este momento marca o início de tudo para os mais atentos. E faz tanto sentido que até arrepia.



Related Articles

Recorda sete das melhores músicas de R&B dos anos 2000

Grandes sucessos que dominaram as rádios nos primeiros anos do século Todos os anos são lançadas canções viciantes, que não

Família Bluth de volta!

PRESS RELEASE –  Os Bluths estão de volta. Outra vez! A Netflix anunciou o regresso da série criada por Mitchell

Thriller «Feliz Dia Para Morrer» estreia em Outubro

Imprensa norte-americana descreve o thriller como uma versão mórbida do filme ‘Groundhog Day’ (O Feitiço do Tempo) O Filme Feliz

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*

Junta-te à Karga!