Eclipse em directo

Esta segunda feira há eclipse. Diz a wiki que um eclipse solar é um fenómeno que ocorre quando a Lua se interpõe entre a Terra e o Sol, ocultando total ou parcialmente a sua luz numa estreita faixa terrestre. Do ponto de vista de um observador fora da Terra, a coincidência é notada no ponto onde aponta o cone de sombra risca a superfície do nosso planeta.

Desta vez o eclipse é visível nos Estados Unidos e na América do Norte. Milhões de pessoas vão olhar para o céu e ver o satélite da terra passar em frente ao sol e provocar um período se sombra. Os animais, nestes casos, ficam irritados porque pensam que já vai ser de noite e, um pedaço mais tarde, volta a ser de dia – sensação semelhante à ressaca, mas sem gin, vodka ou cerveja.

Eclipse total do Sol
Eclipse total do Sol

Ah, o Eclipse cega uma pessoa!

Os perigos de olhar para o sol, directamente, são óbvios, mas mesmo assim, cá vai:

  • Óculos escuros não oferecem proteção suficiente para se observar um eclipse solar, e não devem ser utilizados para essa finalidade. Isso inclui óculos de polaridade cruzada (aqueles utilizados para visualização de imagens em três dimensões), que não constituem um filtro completo, ao contrário do que algumas fontes afirmam.
  • Alguns filtros, como filmes fotográficos, não bloqueiam todas as radiações presentes na luz solar, deixando passar a radiação infravermelha e/ou ultravioleta. O bloqueio da luz visível faz as pupilas dilatarem, permitindo a entrada de mais radiação e podendo causar tanto ou mais dano que a observação a olho nu.
 Óculos especial de observação de eclipses.
  • Se um método direto de olhar o eclipse é escolhido (e usando adequado equipamento de segurança), uma regra de bom senso é limitar o tempo gasto em olhar diretamente ao Sol, de preferência, a não mais do que vinte segundos por vez, com pelo menos trinta segundos de pausa entre diretas observações. Isso diminui a possibilidade de dano aos olhos (em especial, a retina), que existe mesmo usando equipamento de segurança.
  • Ironicamente, o maior perigo está no período de máxima escuridão (95% ou mais). Isso acontece devido à falta de luz (quatro vezes menos que o brilho de uma lua cheia), fazendo a pupila dilatar-se, deixando que mais luz passe. Infelizmente, é justamente nesse período que a coroa solar se torna visível aos olhos, cujo repentino brilho pode causar dano imediato e irreversível à retina.

Para ver o eclipse na terra do tio Trump basta seguir o feed que está lá em cima ou ir a esta página

NASA ECLIPSE LIVE STREAM

e escolher o stream que mais convém. Ah! As estações de tv como a CNN, BBC ou CNBC terão uma vinheta a olhar para o sol durante as horas do fenómeno natural.

karga Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *