Morreu Brian Aldiss

Faleceu o escritor britânico Brian Aldiss, aos 92 anos, anunciou a família no twitter. (em actualização)

O autor Brian Wilson Aldiss (18 de agosto de 1925 – 18 de Agosto de 2017) foi um dos mais brilhantes escritores ingleses de ficção-científica. Influenciado pelo pioneiro de ficção científica H. G. Wells, Aldiss era, até esta semana, vice-presidente da H. G. Wells Society.

Contista e romancista, o seu texto “Super-Toys Last All Summer Long” serviu de base a Stanley Kubrick e Steven Spielberg para o argumento do filme A.I. – Inteligência Artificial.

Em 1943 alistou-se no regimento dos Royal Signals, e prestou serviço militar na Birmânia. Foram talvez as florestas tropicais desse país que o inspiraram a escrever Hothouse (“A Longa Tarde da Terra“, na edição portuguesa).

Em 1983 recebeu o John W. Campbell Memorial Award pela sua obra A primavera de Helicónia, a primeira parte de uma trilogia que também inclui O verão de Helicónia e O inverno de Helicónia.

Já Vida Esquecida é considerada a sua obra maior, assim descrita pelo editor português: “Romance vibrante, onde se juntam a comédia e a tragédia, a alegria e a tristeza, enquanto os seus três personagens principais tentam resolver o mais difícil de todos os problemas – o sentido das suas próprias vidas. Brian Aldiss, considerado desde há cerca de três décadas um dos mais versáteis escritores britânicos, realizou neste seu romance aquela que é porventura a sua obra-prima”.

Aldiss esteve em Portugal em 1996 e participou nos encontros de Ficção Científica de Cascais, onde foi convidado de honra.

 

karga Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *